Projeto Mascotes: os tenébrios gigantes

Olá pessoal! Vamos pensar Ciências?

O post de hoje é o primeiro sobre cada um dos mascotes que nossas turmas dos anos inciais estão criando em sala de aula. Demos os detalhes do projeto aqui e falaremos agora do 3o. ano e seus tenébrios gigantes. Na verdade, a turma do 3o. ano foi a última a ganhar mascotes, mas vendo o quanto as turmas do 4o. e 5o. ano estavam felizes, vimos que essa situação não podia ficar assim e então pesquisamos um pouco até encontrar o mascote “ideal”

Olhando os conteúdos pareceu interessante a ideia de criar os tenébrios gigantes, pois além de sofrerem metamorfose como as borboletas poderia explicar o ciclo da vida e a questão alimentar dos animais. Para nós, o projeto ultrapassa os conteúdos e tem a ver com o cuidado com a vida. Assim, trabalhar com a turma mais jovem, com a criação de animais que exigem esses cuidados se encaixava perfeitamente no que planejamos.

No primeiro momento ficou combinado com as crianças que montaríamos o viveiro para as diferentes fases do tenébrio e e faríamos observações ao longo do tempo para observar as mudanças que os tenébrios sofrerão. Vejam algumas das tarefas realizadas pela turma:

Nos primeiros dias, todos foram se aproximando e conhecendo os tenébrios em seu “lar”

Crianças manuseiam os tenébrios
As crianças fizeram questão de manusear os tenébrios
Tenébrios gigantes e os viveiros que fizemos para eles
Tenébrios gigantes e os viveiros que fizemos para eles. Havia também um tenébrio branco

As crianças também representaram as observações com desenhos e textos

observação de tenébrios gigantes
Um dos relatórios apresentados após a terceira etapa de observação

 

Relatório feito em sala, com as etapas de observação dos tenébrios
Relatório feito em sala, com as etapas de observação

E na segunda etapa de observação, fotografamos a alimentação dos tenébrios:

 

Alimentação dos tenébrios
Alimentação dos tenébrios

 

Já na terceira fase de observação os alunos acharam que havia diferenças no aspecto geral dos tenébrios. Disseram que acharam os insetos mais escuros e um dos alunos disse que se lembrou das frutas, porque elas também escurecem quando estão amadurecendo para eles, as mudanças não vão demorar a acontecer. Fizemos também mais uma rodada de relatórios dessa observação

 

observação de tenébrios gigantes
Os alunos observam as primeiras transformações

E esse é só o começo. Acompanharemos as transformações dos tenébrios e atualizaremos em novos posts. Logo, logo, falaremos dos mascotes das outras salas. E você? Ficou curioso? Quer pesquisar um pouco mais sobre os tenébrios gigantes? Você pode conferir aqui e aqui, mais informações sobre esse curioso inseto.

Não se esqueça de deixar suas sugestões e dúvidas nos comentários. Divida conosco sua experiência ensinando, aprendendo e Pensando Ciências! 😉

Até a próxima.

 

 

6 comentários sobre “Projeto Mascotes: os tenébrios gigantes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s