Ação dos decompositores: revisitando nossa primeira experiência

Olá Pensadores de Ciências!

Estamos muito felizes por aqui com o post de hoje. Sabem por quê? É dia de revisitar nossa primeira experiência. Trabalhamos com nossas turmas do quinto ano a ação dos fungos na decomposição dos alimentos. Não tá lembrando?! Então, olha aqui!

Depois de todo esse tempo sob a ação dos fungos, vocês podem imaginar que a aparência dos pães não era das melhores…rsrsrsrs. Os alunos também perceberam e a atividade rendeu muita conversa, hipóteses e considerações sobre o que está acontecendo. Vejam só:

As observações foram de todos os tipos. Sem fazer questionamentos no início da aula para não direcionar a análise dos alunos, deixei que os saquinhos de pão passassem de mão em mão.

  • Nossa, que cheiro forte!
  • Tem cheiro de leite estragado.
  • É, parece o cheiro do queijo quando estraga.
Pão caseiro e industrializado sob a ação de fungos
É de impressionar, não?

Com esse aspecto, deu pra sentir o cheiro aí, do outro lado da telinha, né? 😀

Bem, era hora de intervir, lembrei a turma de que temos fungos e bactérias que podemos usar para o nosso bem, e principalmente em nossa alimentação. Afinal, o mesmo pão que vemos ser decomposto aqui, só pode ser preparado com a ação do fermento, isto é, dos fungos. Para acompanhar o pãozinho do nosso café da manhã, mais um pouco da “parceria” entre homens e fungos: nosso queijo e nosso iogurte só existem com a ação desses amigos invisíveis. Palmas para os fungos! \o/

Outro aluno interrompeu:

  • Professora, o cheiro de leite estragado pode ser isso!

Os alunos entenderam que, além da ajudar na produção dos nossos alimentos, os fungos e o odor liberado durante o processo de decomposição também podem ser nossos “amigos”, alertando nosso sistema de defesa e nos impedindo de consumir alimentos estragados. Eu ouvi mais palmas para os fungos? 😀

Perguntei, então, da aparência. Imagine a primeira coisa que todos notaram:

  • Está quase líquido!
  • Está mole!
Pão caseiro sob a ação de fungos
Pão caseiro e a ação dos decompositores

O que mais eles poderiam me dizer sobre a experiência?

  • Houve diminuição do tamanho dos Pães.
  • Tem várias cores!
Pão caseiro sob a ação de fungos
Usamos a lupa para visualizar a decomposição do pão

Perguntei o porquê de várias cores e lá veio mais uma hipótese:

  • Devem ser vários tipos de fungos.

Será? Também fiquei a dúvida! Vamos ter que pesquisar!

Após todas essas observações, perguntei o que vai acontecer se deixarmos até o fim do ano:

  • Vai sumir, virar um fungo só!
  • Se tivesse ao ar livre já teria sumido, pois a terra já teria absorvido.

Como todos ficaram curiosos….Resolvemos que os pães ficarão no armário mais um pouquinho, e continuaremos nossas observações.

Até que ponto nossos agentes decompositores chegarão com seu trabalho?

Certamente, não são as imagens mais bonitas que mostramos aqui…rsrs! Mas vai dizer que você também não está curioso para saber o que nos aguarda na próxima observação?! Continue acompanhando essa e as outras experiências que estamos atualizando por aqui. Deixe suas dúvidas e sugestões nos comentários. Inscreva-se em nosso canal no YouTube e divulgue o blog em suas redes sociais!

Até a próxima!

3 comentários sobre “Ação dos decompositores: revisitando nossa primeira experiência

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s