Projeto Mascotes: (re)Visitando os Tenébrios Gigantes

Saudações, Pensadores de Ciências!
Já estavam com saudade dos nossos mascotes do 3º ano? Os famosos tenébrios gigantes. Para quem não acompanhou essa história desde o início, vale clicar aqui e aqui para saber mais sobre esses nossos amiguinhos.
Depois de um tempo cuidando dos mascotes, os alunos têm ficado mais envolvidos e curiosos e, dia desses, alguém perguntou: será que eles são machos ou fêmeas?
E o que fazemos por aqui quando não temos a resposta na hora para dar aos alunos? A gente vai investigar, oras! 😉
Nossa curiosidade sobre os pequenos besouros estava centrada em uma questão: será que havia machos e fêmeas na caixa, para dar inicio a uma nova criação? Após limpar as caixas e completar com um pouco mais de farelo+aveia+ ração de pintinho fomos verificar nossas baixas. Perdemos uma pupa e um besouro, nas também encontramos muda de larva e pupa.
Apesar das perdas, temos que seguir trabalhando
Apesar das perdas, temos que seguir trabalhando

E lá fomos nós, depois das homenagens póstumas, olhar nossos insetos e descobrir o que tínhamos na caixa.

Levei para a sala uma imagem para ajudar na identificação.
Quer mais imagens e informações sobre os tenébrios? É só olhar bem aqui.
Também conversamos com um dos biólogos da escola que nos explicou que o abdômen do macho termina mais pontudo do que o da fêmea. Adoramos trocar nossas ideias com os nossos colegas de trabalho! ❤
Com essas explicações, já podíamos por a “mão na massa”. Só que… foi uma loucura, né? Ou você pensa que um besouro fica lá, paradinho, para ser examinado? Vai esperando…. 😀
E a dificuldade para fazer esse exame? rsrsrs
E a dificuldade para fazer esse exame, Brasil? rsrsrs
Depois de muito lutar, muito examinar e após várias tentativas e observações chegamos a conclusão que todos são machos, temos ainda algumas larvas e pupas, vamos aguardar pra ver se nasce uma menininha, para darmos continuidade a nossa criação.
Apesar de perder alguns indivíduos, temos nossas larvas jovens. Será que teremos uma fêmea?
Apesar de perder alguns indivíduos, temos nossas larvas jovens. Será que teremos uma fêmea?
Uma das nossas larvas, na hora do almoço ☺
Uma das nossas larvas, na hora do almoço ☺
Nossos mascotes, todos rapazes!
Nossos mascotes, todos rapazes!
Quer saber ainda mais sobre os tenébrios? Começar uma criação talvez? Antes de se aventurar, você pode dar uma olhadinha nesse site.
Não esqueça de enviar suas dúvidas e sugestões nos comentários.
Quer receber os posts na sua caixa de mensagens? Clica em “seguir”, assim você fica sabendo, em primeira mão, de tudo que se passa aqui.
E, para pensar um pouco mais sobre Ciências, você pode visitar nosso canal no YouTube e curtir nossa página lá no Facebook. Esperamos por você!
Até a próxima!

Um comentário sobre “Projeto Mascotes: (re)Visitando os Tenébrios Gigantes

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s