Sequência Didática sobre a respiração dos insetos

Saudações, Pensadores de Ciências!

Feliz dia dos vou cobrar toda a matéria na prova Professores! 😀

Hoje trazemos para vocês, mais uma sequência didática. O assunto? A respiração dos insetos. Como sempre, nossas atividades são pensadas para os anos iniciais do ensino fundamental, massssss… achamos que essa atividade pode ser aplicada aos alunos do ciclo III (os sextos e sétimos anos) sem problemas. Vamos chamar professores de outras áreas e mandar essa transdisciplinaridade pra jogo, Brasil!

Vem conferir!

Público Alvo: Alunos do Fundamental I e II

Conteúdos trabalhados: Ciências, Língua Portuguesa e História (quem trabalha com turmas de 6º e 7º ano, não vai encontrar dificuldades de associar esse conteúdo com as aulas de História Antiga).

Texto disparador: A Cigarra e a Formiga

Algumas considerações: Essa história pode ser encontrada reescrita por diversos autores. A versão mais antiga de que se tem notícia é de Esopo que foi contador de fábulas grego, nascido na Trácia (Ásia), do século VI a.C.. Personagem quase mítico, sabe-se que foi um escravo libertado pelo seu último senhor, o filósofo (Xanto). É interessante neste trabalho trazer algumas versões da fábula e também algumas lendas sobre a Cigarra.

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Uma das imagens que tentam nos dar uma ideia de quem foi Esopo

Textos que podem ser usados:

            A Cigarra e a Formiga – Fábula de ESOPO

Num belo dia inverno as formigas estavam tendo o maior trabalho para secar suas reservas de comidas. Depois de uma chuvarada, os grãos tinham ficado molhados. De repente aparece uma cigarra:

-Por favor, formiguinhas, me deem um pouco de comida!

As formigas pararam de trabalhar, coisas que era contra seus princípios, e perguntaram:

-Mas por quê? O que você fez durante o verão? Por acaso não se lembrou de guardar comida para o inverno?

Falou a cigarra:

-Para falar a verdade, não tive tempo. Passei o verão todo cantando!

Falaram as formigas:

-Bom, se você passou o verão todo cantando, que tal passar o inverno dançando? E voltaram para o trabalho dando risadas.

Moral da história: Os preguiçosos colhem o que merecem.

Vale a pena dar uma olhadinha nesse site, explicando a lenda sobre as cigarras cantarem até estourar.

este link aqui traz várias lendas e para esta atividade, é interessante a leitura apenas do trecho “A música, a Poesia, a Dança e o Drama”, que fala das cigarras. É interessante notarmos as diversas possibilidades que os textos sugerem.

Com estas atividades introdutórias, já é hora de por a mão na massa. Vamos lá!

1ª Etapa:

Atividade introdutória à recepção do texto

O professor pergunta as crianças se conhecem os textos em questão, e lê os diversos tipos de texto. Na segunda vez convida as crianças a contarem a história na versão que conheciam já na terceira vez pede um reconto dos textos lidos .

A seguir o professor faz algumas perguntas investigativas na roda de conversa:

  • O que é uma cigarra e uma formiga?
  • Para que servem?
  • Você já ouviu o canto da cigarra, as formigas cantam também?
  • Você conhece um formigueiro? Sabe como ele é por dentro?

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Escolhi aqui a formiga Saúva pois é a que tem uma sociedade muito interessante e com detalhes muito particulares

2ª Etapa

Leitura compreensiva e interpretativa do texto

            O professor propõe a reescrita da história, oferecendo a eles diversas atividades para auxiliar na fruição da escrita, aqui aproveite a atividade para sua turma de acordo com a faixa etária.

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Ordenar os acontecimentos da história é um bom treino e pode ser feito em duplas

Atividade

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental

Atividade

Você ainda pode trabalhar com mais atividades que envolvam escrita. Nós encontramos aqui e aqui atividades bastante criativas.

Na continuação das atividades, o professor pode ser o escriba e toda a turma participar da criação de um texto coletivo, esta ação ajuda na parte da compreensão das crianças em relação a pontuação, estruturação de texto e coerência.

Para ajudar a turminha, o professor pode fazer alguns questionamentos:

  • Por que a cigarra não trabalhava?
  • Qual era a preocupação das formigas?
  • A cigarra tinha companheiras?

Ou, se preferir, o professor pode usar algumas atividades de interpretação prontas que também encontramos nas nossas pesquisas  e deixamos aqui os links para você conhecer outros trabalhos sobre o tema.

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Para os alunos menores, completar frases é uma boa atividade

Atividade

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Consulte o site abaixo e veja como imprimir essa atividade para suas turmas

Atividade

3ª Etapa

Transferência e aplicação da leitura

            O professor pode apresentar uma cigarra ou até a casca de cigarra. Também é interessante apresentar aqui a estrutura de um formigueiro.

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental

Imagem

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
As formigas e sua incrível organização! o=

Destacamos o blog fonte desta imagem que você aqui em cima. Se o professor quiser elaborar atividades específicas sobre formigas, vai encontrar ótimas ideias e informações.

A partir deste ponto, entramos com o questionamento sobre a respiração. Como os insetos respiram se não tem nariz?

Sempre ouvimos que quem canta bem tem bons pulmões, mas e agora? Se o inseto não tem nariz provavelmente também não tem pulmão.

Os nossos pequenos amiguinhos usam o abdome (corpo) pois ele possui uma série de furinhos chamados de sistema traqueal, para realizar a troca gases. O ar entra por esses tubinhos, que ficam na lateral do corpo. Essas estruturas são chamadas de espiráculos e o ar é levado pelo corpo pelo sistema traqueal. Cada tubo traqueal termina em uma célula responsável pela troca de gases com outras células do corpo.

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
As setas mostram onde estão os espiráculos

Imagem

4º Etapa

Ficha de observação

Se for possível conseguir algum inseto de porte médio ou grande, por favor que já se encontre morto. Não queremos promover a matança só para nosso conhecimento!! Lembramos que, nessa época, é muito fácil encontrarmos cigarras, para criar uma ficha de observação. Também achamos esse site aqui, do qual você pode imprimir a ficha abaixo.

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Você também pode criar uma ficha técnica, junto com seus alunos

É interessante ter lupas para que as crianças possam olhar mais de perto o inseto. Ou, se não tiver lupas em número suficiente, apenas um celular com uma boa resolução também ajuda e muito.

Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Esse exemplar já está comigo há algum tempo, pode-se notar a presença de fungos em alguns lugares, são nossos decompositores fazendo a festa
Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Diga X 😀
Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Mais uma pose 😉
Sequência didática. respiração dos insetos. Conteúdo de Ciências. Anos Iniciais. Ensino Fundamental
Quase não conseguimos notar a presença dos espiráculos, pois os fungos estão tomando conta

5º Etapa

Conclusão

É interessante fazer um comparativo da estrutura do corpo dos dois insetos. A turma pode produzir um pequeno relato, uma espécie de diário de bordo, com tudo o que foi aprendido ao longo das aulas. Além disso, ainda é possível realizar a montagem de um livro ilustrado com as reescritas dos alunos. E os alunos podem ser “professores” de outros alunos, encenando a história para outras salas. Tudo depende da nossa imaginação. E, dependendo do tempo disponível e da organização da sua escola, você pode montar uma exposição com a apresentação de como os insetos respiram e a construção de uma pequena fazenda de formigas. Para ajudar, deixamos este site como ponto de partida das suas pesquisas.

É isso aí! Gostaram? Deixe seus comentários e sugestões sobre esta e outras atividades que você viu por aqui. Vamos continuar juntos, Pensando Ciências!

Até a próxima!

 

 

Sistema respiratório: Inspira e Expira!

Saudações, Pensadores de Ciências!

O post de hoje traz novamente o Sistema Respiratório como “estrela do dia”. Nós falamos dele aqui, lembram? Vamos falar mais um pouco desse conteúdo do quarto ano do ensino fundamental e claro que fizemos coisas diferentes para que nosso aprendizado ficasse muito mais interessante. Vem ver!

No primeiro momento verificamos o conhecimento dos alunos sobre o Sistema Respiratório e perguntei quais seriam os órgãos que o compõe. Claro que os primeiros a aparecer foram o pulmão e o nariz. O nariz fez muito sucesso, pois tem sua estrutura feita de cartilagem, que é um tecido do nosso corpo resistente e flexível, aparentam ser só dois buraquinhos por onde o ar deveria entrar para seguir para nossos pulmões, porem sua função é muito maior.

Neste órgão encontramos os famosos pelinhos, que vemos na imagem abaixo, são chamados de cílios e sua função é filtrar o ar, evitando que partículas de sujeira consigam entrar em outras partes do nosso sistema respiratório.

sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Os pelos do nariz são nossos guardiões

Imagem

Lá também encontramos o muco nasal que tem uma capacidade de segurar as partículas finas de sujeira e bactérias por ser bem pegajoso. Também tem a função de ajudar a umedecer as vias respiratórias.

No meio dessa conversa tão teórica apareceu a seguinte pergunta: E a meleca?

Fizemos uma bela pesquisa neste site aqui e a resposta, nós transcrevemos pra vocês…

“A meleca se forma porque junto com o ar, respiramos impurezas e microrganismos como vírus, bactérias e fungos. Isso tudo fica retido nos cílios e na secreção do nariz, quando a secreção fica saturada de impurezas, parte dela é removida. Quando estamos em um lugar muito poluído (poeira, fumaça e etc.) a produção da secreção nasal aumenta para reter as impurezas e evitar que ela chegue aos pulmões. Como os cílios estão em constante movimento, eles levam aquela massinha de caca misturada com poeira e micróbios para a abertura do nariz. Essa é a meleca!

Mais do que uma bolinha de sujeira sem serventia, a meleca é uma defesa do nosso organismo e serve como uma barreira protetora. Ela possui a consistência endurecida porque é ressecada pelo ar que entra quando respiramos Mas, embora seja útil, volta e meia, é preciso removê-la. Isso porque, em grande quantidade, ela pode atrapalhar a passagem de ar pelo nariz. E aos comedores de meleca fica um aviso: ao engolir meleca você está levando para o seu organismo impurezas, bactérias, vírus e outros microrganismos que ficaram retidos na mucosa nasal e isso é uma nojeira sem tamanho!”

O Pensando Ciências adverte: é preciso manter o nariz limpo. E por falar em limpar o nariz….

Olha quem a gente encontrou na internet dando uma “limpadinha no salão”, rsrsrsr… Parece que dessa ninguém escapa 😀 😀

sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Foi mal pelo flagra, Majestade…
sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Até tu, Brad?!

Imagens

Depois de passarmos pelo nariz, continuamos nossa caminha indo para boca, faringe, laringe, traqueia, brônquios, bronquíolos, alvéolos (os três últimos dentro do pulmão) e finalmente o pulmão e o diafragma.

sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Podemos visualizar o sistema respiratório e seus componentes

Imagem

Aí a coisa começou a ficar mais animada, já estávamos tão felizes em saber que uma rainha também tira caca do nariz e tantos outros atores que descobrimos na internet que o assunto não poderia ficar melhor… mais ficou e sério também.

Medooooooo!!!!

sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Estão curiosos?  =0

Imagem

Resolvemos usar a microscopia para encerrar nosso estudo sobre Sistema Respiratório, para quem não conhece, microscopia é um conjunto de técnicas que permitem a investigação científica por meio do microscópio. Se você ficou curioso sobre o assunto dá uma olhadinha aqui.

Fomos ao laboratório investigar o pulmão, e é claro que a gente não faz nada sem ajuda dos nossos biólogos de plantão, desta vez quem nos ajudou novamente foi a Professora Lúcia Caldas. Viva o trabalho de equipe! A nossa corrente do bem segue firme e forte. \o/

sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Professora Lúcia Caldas mostrando aos alunos a lâmina e a lamínula que é usada no microscópio

Na imagem acima a bióloga apresenta dois materiais importantes as crianças, A lamínula é usada para sobrepor ao material que está na lâmina durante a leitura no microscópio, o que permite uma melhor visualização do material. Para saber mais sobre material para laboratório, é só clicar aqui.

sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Olha a turminha, conhecendo o novo material de trabalho
sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Com a ajuda da professora Lúcia, os alunos puderam entender a operação do microscópio

Usamos uma lâmina com tecido pulmonar e olha o que podemos observar através do nosso microscópio.

sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Projetamos na TV a imagem dos alvéolos
sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Ampliamos a imagem e pudemos reconhecer o núcleo das células que formam o corpo humano, são essas pintinhas mais escuras que se sobressaem com o uso do corante que ajuda a melhorar a imagem
sistema respiratório ensino de ciências ensino fundamental anos iniciais
Chegamos ainda mais perto. Agora, a imagem dos alvéolos é bem mais nítida. Os alvéolos são essas imagens maiores um pouco mais claras.

É nos alvéolos que ocorre a troca gasosa entre o ar e o sangue. O sangue rico em gás carbônico (sangue venoso) chega aos alvéolos pulmonares pelos vasos capilares, e entra em contato com o ar que preenche os alvéolos por sua fina camada de células. Aí ocorrem as trocas de gases. O sangue libera o gás carbônico (dióxido de carbono) e capta o oxigênio, se transformando de venoso em sangue arterial (rico em oxigênio). Quer continuar pesquisando? Clica aqui!

E isso aí pessoal! Agora é respirar fundo e contar pra gente, aí nos comentários: já tinham estudado sobre o sistema respiratório? Conheciam a origem da meleca? E as imagens do microscópio, hein? Vamos ficando por aqui mas desejamos muito ar puro para vocês!

Até a próxima!

 

 

 

 

 

Aulas do quarto ano: sistema respiratório

Salve, Pensadores de Ciências!

No post de hoje, falaremos das aulas das nossas turminhas do quarto ano. O conteúdo está centrado no funcionamento do corpo humano e seus sistemas. Para quem não lembra ou não acompanhou, já mostramos algumas das atividades que fizemos com eles aqui e aqui.

Começamos a aula com uma breve revisão sobre os sistemas digestório e circulatório. Para seguir com a sequência didática que montamos, partimos para um levantamento de hipóteses sobre a nossa respiração. Nossas rodas de conversa, sempre muito animadas, começaram com aquele “agito” que a gente conhece. Todos querendo falar, ao mesmo tempo, o que sabiam. E não é que a meninada já sabia de várias coisas? 😉 Vem ver!

Os alunos sabiam que o órgão inicial do sistema era o nariz e que o mais importante era o pulmão!

Mas não conheciam ainda a importância dos pelos do nariz e nem a função dos alvéolos pulmonares e diafragma. E foi daí que partimos. Além de observarmos o quanto é importante o sistema respiratório, falamos de algumas curiosidades sobre essa parte do nosso corpo. Perguntando a importância dos pelos do nariz, por exemplo, chegamos ao espirro!

E tudo funciona mais ou menos assim: quando pedacinhos de sujeira fazem nosso nariz coçar, o corpo respira fundo e fecha as cordas vocais. Quando elas se abrem de novo, o ar sai de lá a uma velocidade de até 160 quilômetros por hora! Isso é o que chamamos de espirro. Imaginem a carinha de espanto dos alunos! 😀

Mas para que tudo isso corra bem, a Inspiração, Expiração, o Espirro e etc., necessitamos do Diafragma, que é uma grande camada de músculos que fica bem abaixo dos pulmões e tem papel importante na inspiração e expiração.

Bom, a ideia já estava mais clara para os alunos, todos tinham percebido a importância do sistema respiratório e de sua ligação com os demais sistemas do corpo humano. Também colocamos, em nosso canal no YouTube, vídeos que davam mais explicações sobre tudo que vimos.

Nosso plano de aula previa ainda um trabalho em sala sobre os movimentos de Inspiração e Expiração. Em duplas, os alunos puderam sentir o movimento do corpo e do diafragma para que o processo da respiração aconteça:

Alunos observam movimentos do sistema respiratório
Alunos veem a diferença dos movimentos respiratórios

 

Alunos observam movimentos do sistema respiratório
Alunos observam com auxílio de uma bexiga

Mas como, por aqui, nós gostamos mesmo é de “mão na massa”, claro que tratamos de propor uma atividade prática! Bastou dizer: “Vamos fazer um pulmão?” pra euforia (e a gritaria) tomar contada sala!! rsrs

Veja o material que utilizamos. Você vai precisar de:

  • Uma garrafa plástica pequena, que será recortada
  • Tesoura
  • Uma bexiga para ficar dentro da garrafa, simulando o pulmão
  • Uma bexiga na parte externa da garrafa, simulando o diafragma
Garrafa plástica usada para experiência com sistema respiratório
Corte a parte de baixo da garrafa
Bexiga usada para experiência com sistema respiratório
Você precisará de uma bexiga na parte interna

 

Bexiga usada para experiência com sistema respiratório
E uma outra bexiga ficará na parte externa da garrafa

Agora, montado:

Simulação de sistema respiratorio
Seu “pulmão” ficará assim
Pulmão artificial para experiência com sistema respiratório
Observe como funcionará nosso pulmão

Na foto acima, dá pra ver como fica o nosso sistema, com o diafragma fazendo os movimentos que permitem inspirar e expirar.

Chegamos ao final desta atividade, com os alunos muito contentes. Todos, partindo do que já sabiam, puderam entender facilmente o funcionamento do sistema. Missão cumprida por hoje! Quem aí já quer saber qual é a próxima? o/

Ficou com alguma dúvida? Quer sugerir alguma experiência ligada ao sistema respiratório? Fez algo parecido na sua escola? Fale com a gente aí nos comentários!

Até a próxima!