Projeto novo: catalogando as plantas da escola

E aí, pessoal? Pensando e criando Ciências? Esperamos que sim!

Por aqui, além do Projeto Mascotes, tivemos outras ideias dentro daquela nossa perspectiva de valorizar a vida. Não cansamos de reafirmar em nosso trabalho cotidiano que não há vida mais ou menos merecedora de respeito e de cuidados. Muitas pessoas passam, despercebidas, por árvores centenárias, flores em calçadas e outros pequenos animais que nos cercam sem se darem conta do que tudo isso representa. Queremos nossos alunos como observadores e amantes da vida, em todas as suas formas. Quem conhece, ama e quem ama, cuida. Esse é um princípio para nós. 😊

Mas…como levar os alunos a pensar no meio ambiente como um todo, não só aquele pedaço de bosque que existe na cidade, mas sim em tudo que os cerca?

Assim surgiu o “Plantas do CAIC”, projeto que visa levar as crianças a experimentar, sentir o meio ambiente. A proposta é usarmos nossos 5 sentidos para tal experiência. Os alunos foram convidados a passarem a mão em casca de arvores, sentirem texturas e cheiros de algumas plantas, observarem cores e também os sons do mundo que nos rodeia.

Aula de Ciências, alunos observam plantas na área da escola
Alunos aproveitam para conhecer as plantas
Aula de Ciências, alunos observam plantas na área da escola
A textura das folhas desperta a curiosidade dos alunos

 

Decidimos fazer um inventário das espécies vegetais da escola. No melhor estilo de “caçadores de tesouros”, vamos andar pela escola, colhendo amostras, estudá-las, identificá-las e organizar todo esse material para produzir um livro! Gostou? Então, vem ver o que estamos preparando pra esse projeto!

Pretendemos organizar o trabalho nas seguintes etapas:

1-) Elaboração dos conteúdos:

a-) definir o eixo do projeto

Usaremos o tema gerador “As plantas do CAIC” para trabalharmos práticas de escrita no gênero “texto informativo”.

2-) Organização das atividades:

a-) Etapas;  Apresentação do Tema.

b-)Tipos de atividades; Leituras diversas, pesquisa no laboratório de informática e na biblioteca, desenhos, planilhas, agrupamentos, pesquisa de histórias da origem de cada planta, pesquisa de usos medicinais. (O projeto encontra-se em processo de construção, podendo ser modificado à medida que surjam questionamentos que requeiram maior atenção).

c-) Formas de organização dos alunos; trabalharemos em grupos e com ciclos diferentes, para que a troca de saberes entre pares seja muito mais rica e a socialização da escola mais abrangente, gerando assim um maior conhecimento entre eles.

d-) Recursos didáticos; Livros didáticos e paradidáticos, laboratório de informática, biblioteca, laboratório de ciências, sala de artes, sala de aula, espaços abertos e arborizados da escola e o que mais surgir de necessidade durante o percurso.

3-) Avaliação:

Ocorrerá durante todo o processo, através de observação do interesse e participação dos alunos. E interesse é o que não falta por aqui! 😉

Aula de Ciências, alunos observam plantas na área da escola
Todos em volta de uma das plantas no pátio da escola

E como fazer isso tudo acontecer? Trabalhando com parcerias na escola! Convidamos o professor de Artes para nos ajudar nas gravuras e texturização de materiais, usamos a informática com o aplicativo pl@ntnet , para identificar cada planta.  Contamos também com a ajuda das pedagogas que lecionam Português para organizar os textos científicos. Acreditamos na proposta de um trabalho transdisciplinar, de fato. A interligação de vários conteúdos e áreas do conhecimento nos levará ao nosso maior objetivo: o estudo do meio ambiente e de sua importância na vida do ser humano.

Nosso trabalho foi enviado para a seleção do Município VerdeAzul de 2016, e foi aceito! Não conhece esse programa? Então, aguarde! Logo falaremos dele por aqui!

Aula de Ciências, alunos observam plantas na área da escola
Vem com a gente nessa aventura!

Não se esqueça de deixar suas dúvidas e sugestões nos comentários. Sua contribuição vale muito! \o/

2 comentários sobre “Projeto novo: catalogando as plantas da escola

Deixe uma resposta