Aulas do quarto ano: sistema respiratório

Salve, Pensadores de Ciências!

No post de hoje, falaremos das aulas das nossas turminhas do quarto ano. O conteúdo está centrado no funcionamento do corpo humano e seus sistemas. Para quem não lembra ou não acompanhou, já mostramos algumas das atividades que fizemos com eles aqui e aqui.

Começamos a aula com uma breve revisão sobre os sistemas digestório e circulatório. Para seguir com a sequência didática que montamos, partimos para um levantamento de hipóteses sobre a nossa respiração. Nossas rodas de conversa, sempre muito animadas, começaram com aquele “agito” que a gente conhece. Todos querendo falar, ao mesmo tempo, o que sabiam. E não é que a meninada já sabia de várias coisas? 😉 Vem ver!

Os alunos sabiam que o órgão inicial do sistema era o nariz e que o mais importante era o pulmão!

Mas não conheciam ainda a importância dos pelos do nariz e nem a função dos alvéolos pulmonares e diafragma. E foi daí que partimos. Além de observarmos o quanto é importante o sistema respiratório, falamos de algumas curiosidades sobre essa parte do nosso corpo. Perguntando a importância dos pelos do nariz, por exemplo, chegamos ao espirro!

E tudo funciona mais ou menos assim: quando pedacinhos de sujeira fazem nosso nariz coçar, o corpo respira fundo e fecha as cordas vocais. Quando elas se abrem de novo, o ar sai de lá a uma velocidade de até 160 quilômetros por hora! Isso é o que chamamos de espirro. Imaginem a carinha de espanto dos alunos! 😀

Mas para que tudo isso corra bem, a Inspiração, Expiração, o Espirro e etc., necessitamos do Diafragma, que é uma grande camada de músculos que fica bem abaixo dos pulmões e tem papel importante na inspiração e expiração.

Bom, a ideia já estava mais clara para os alunos, todos tinham percebido a importância do sistema respiratório e de sua ligação com os demais sistemas do corpo humano. Também colocamos, em nosso canal no YouTube, vídeos que davam mais explicações sobre tudo que vimos.

Nosso plano de aula previa ainda um trabalho em sala sobre os movimentos de Inspiração e Expiração. Em duplas, os alunos puderam sentir o movimento do corpo e do diafragma para que o processo da respiração aconteça:

Alunos observam movimentos do sistema respiratório
Alunos veem a diferença dos movimentos respiratórios

 

Alunos observam movimentos do sistema respiratório
Alunos observam com auxílio de uma bexiga

Mas como, por aqui, nós gostamos mesmo é de “mão na massa”, claro que tratamos de propor uma atividade prática! Bastou dizer: “Vamos fazer um pulmão?” pra euforia (e a gritaria) tomar contada sala!! rsrs

Veja o material que utilizamos. Você vai precisar de:

  • Uma garrafa plástica pequena, que será recortada
  • Tesoura
  • Uma bexiga para ficar dentro da garrafa, simulando o pulmão
  • Uma bexiga na parte externa da garrafa, simulando o diafragma
Garrafa plástica usada para experiência com sistema respiratório
Corte a parte de baixo da garrafa
Bexiga usada para experiência com sistema respiratório
Você precisará de uma bexiga na parte interna

 

Bexiga usada para experiência com sistema respiratório
E uma outra bexiga ficará na parte externa da garrafa

Agora, montado:

Simulação de sistema respiratorio
Seu “pulmão” ficará assim
Pulmão artificial para experiência com sistema respiratório
Observe como funcionará nosso pulmão

Na foto acima, dá pra ver como fica o nosso sistema, com o diafragma fazendo os movimentos que permitem inspirar e expirar.

Chegamos ao final desta atividade, com os alunos muito contentes. Todos, partindo do que já sabiam, puderam entender facilmente o funcionamento do sistema. Missão cumprida por hoje! Quem aí já quer saber qual é a próxima? o/

Ficou com alguma dúvida? Quer sugerir alguma experiência ligada ao sistema respiratório? Fez algo parecido na sua escola? Fale com a gente aí nos comentários!

Até a próxima!

Dicas: sites para o ensino de Ciências

Olá, pensadores de Ciências!

Hoje estamos fazendo um post diferente. Não teremos novidades dos nossos projetos com os alunos, mas vamos falar de fontes que usamos para estudar e apoiar nosso preparo de aulas. Além disso, também recomendamos alguns desses sites para que os alunos pesquisem, em casa, com os familiares, os tópicos que tratamos em sala. Assim,  cumprimos com alguns de nossos objetivos,  ver todo mundo pensando Ciências , trocando ideias e informações por aí.  😍

Quer saber mais? Olha a lista na que separamos pra vocês.

FUNDAÇÃO PLANETÁRIO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO

Além da possibilidade de uma visita virtual ao planetário, nesse site, a Fundação Planetário da cidade do Rio de Janeiro, traz uma série de informações importantes sobre o Universo e uma diversidade de experimentos. O site é ótimo e vamos utilizá-lo para trabalhar com os alunos sobre o sistema solar! ❤

Mão na Massa: ABC na Educação Científica

O programa “ABC na Educação Científica – Mão na Massa”, da Academia Brasileira de Ciências, tem como principal finalidade o ensino de Ciências baseado na articulação entre pesquisa científica e desenvolvimento da expressão oral e escrita. A Academia, que completa 100 anos em 2016, disponibiliza na página do programa materiais de apoio ao professor, incluindo livros, sugestões de atividades, entre outros.

PhET Interactive Simulations

Esse site da Universidade do Colorado (EUA) traz uma grande quantidade de experimentos traduzidos para o português, inclusive para os anos iniciais.

Escola Ciência Viva

Este é o o site do projeto educativo da Ciência Viva, da Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica. O site disponibiliza materiais nos quais destaca que a casa e a cozinha são dois excelentes laboratórios para alfabetização científica. Há vários materiais de apoio disponibilizados gratuitamente.

Ideias na Caixa

No site Ideias na Caixa, podemos encontrar um laboratório virtual em que é possível simular uma grande variedade de experimentos.

IBGE 7 a 12 anos

Neste site, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística disponibilizou atividades para o público dos primeiros anos do ensino fundamental

IBGE Teen

Já neste outro, o foco é para os adolescentes

Gostaram? Conhecem outros? Deixe suas dicas nos comentários pra gente saber quais sites,  páginas e blogs que vocês mais gostam.  Podemos fazer outros posts só com as sugestões de vocês. O que acham?

Nossa participação no Programa Município VerdeAzul: mais um desafio

Oi, pessoal! Hoje queremos dividir com vocês uma novidade especial!

Lembra que falamos aqui sobre o Programa Município VerdeAzul, da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo? Pois é, chegou a hora de explicar um pouquinho como esse programa funciona e como vamos fazer parte dele.

Criado em 2007, o PMVA tem por objetivo estimular e auxiliar as prefeituras paulistas na elaboração e execução de suas políticas públicas estratégicas para o desenvolvimento sustentável do estado de São Paulo.

As ações do PMVA são todas orientadas pelas Dez Diretrizes norteadoras a partir dos seguintes temas estratégicos: Esgoto Tratado, Resíduos Sólidos, Biodiversidade, Arborização Urbana, Cidade Sustentável, Gestão das Águas, Qualidade do Ar, Estrutura Ambiental, Conselho Ambiental e Educação Ambiental. E é aí que o nosso projeto para o ensino de Ciências entra, receberemos o apoio e divulgação do PMVA! \o/

As ações que desenvolvemos com os alunos e que vocês acompanham aqui no blog partiram de um projeto que teve início lá em 2014, quando eu (Janaína) fui participar de uma formação de professores nos cursos de extensão da Unicamp. Nesse curso, tive a oportunidade de aprofundar muitos conhecimentos da graduação, conciliar com vivências minhas em sala de aula, rever e questionar práticas. Foi um momento muito rico, fiz novas amizades, comecei a ter ideias e cá estamos hoje, colocando essas ideias em prática. Vejam algumas das informações do curso Educação Ambiental, Escola e Sociedade.

 

A ementa do curso de formação
A ementa do curso de formação

 

Os procedimento que foram adotados no curso
Os procedimentos que foram adotados no curso

 

Após o primeiro módulo,  formamos grupos e fomos desafiados a elaborar um trabalho de Educação Ambiental, que fosse pensado para demonstrar  todo o conhecimento que adquirimos e, além disso, também fomos convidados a participar do ENFOCO.

Participando do evento, resolvi inscrever o projeto no PMVA e ele foi aprovado. Agora, aguardamos as etapas seguintes. Logo, logo, nosso trabalho, assim como o blog, será divulgado pelo PMVA e teremos mais chance de fazermos o que queríamos desde o início: levar mais gente a pensar Ciências. E manteremos o blog atualizado assim que tivermos mais novidades e ações do programa.

Deixe suas dúvidas e comentários. Estamos aguardando!

Até a próxima!